Notícias

02 Jul

Música e poesia no evento que premiou os melhores textos das Oficinas de Poesia

Informativo

No dia 25 de junho, foi realizada a Premiação da Oficina de Poesia, que envolveu alunos, professores e a coordenação do Ensino Médio. 

A ocasião foi muito especial. O Coral do Colégio Objetivo Indaiatuba, sob a regência da maestrina Sônia Di Morais abriu o evento, com apresentação de três canções.

A premiação marcou o encerramento das Oficinas de Poesia que foi dividida em quatro encontros, durante os quais os professores de Literatura Marcela Rodrigues e Leonardo Baldi apresentaram aos alunos quatro tipos de poesia: Sonetos, Modernista, Haicai e Concreto. "Nossa ideia foi ir além do espaço da sala de aula, no qual, faltam oportunidades para que o aluno, além de ler e interpretar poesias, possa também colocar-se na própria posição do poeta e sentir plenamente como se constrói o ato da escrita de uma poesia", explica a coordenadora da área de Linguagens, Vanessa Alves. 

Durante os encontros, os professores apresentaram o tipo de poesia, fizeram a leitura de poemas, explicaram sobre o formato de cada categoria e então estimularam os alunos a produzir seus próprios textos. Os poemas foram analisados e, os melhores, selecionados para concorrer à premiação. 

Em cada categoria, três finalistas declamaram para o público seus poemas. "Sempre gostei de escrever, mas a oficina foi importante porque tive a devolução do que eu escrevi e isso me motivou mais", declara Lara Nunes, ganhadora da categoria Sonetos. "Eu sempre tive notas medianas em redação, mas decidi participar da oficina de Poesia Concreta a convite de uma amiga. Eu me identifiquei e me permiti fazer algo que não estava na minha zona de conforto", afirma a aluna Laís Caroline Almeida, vencedora da categoria Poesia Concreta. "Eu gostei da iniciativa da escola de dar essa oportunidade aos alunos e valorizar a Literatura. Valeu a pena, principalmente pela parte da produção de poesias, para nos aprofundarmos, para percebermos que não é fácil escrever", diz Andressa Hainoski, ganhadora da categoria Modernistas. "Eu achei tranquilo fazer haicai. Eu gosto de poesia moderna e como o haicai é mais simples, mais rudimentar, achei fácil de fazer. Essa iniciativa da Oficina de Poesia é bem legal, porque é uma oportunidade para quem gosta de literatura e arte conhecer diversos tipos de poesia", acrescenta a aluna Helena Simões Romano, vencedora da categoria Haicai.

O escritor e poeta convidado, Saulo Pessato, comentou os textos e ao lado da mantenedora do Colégio Objetivo Indaiatuba, Loide Rosa, fez a entrega do prêmio às vencedoras de cada categoria, que ganharam como prêmio ingressos para o cinema. Saulo ainda presenteou as finalistas com exemplares do seu livro "Poesia Reclamada - no jardim das borboletas". "Todo aprofundamento com qualquer manifestação artística é importante para o ser humano descobrir múltiplas possibilidades de exteriorizar emoções. Quando investigamos artisticamente nossas emoções, nós as entendemos melhor e aprendemos a lidar com elas. Além disso, a poesia é exercício do intelecto: aprender a dizer o mundo com outras palavras e olhares é aprender a olhá-lo dessa forma. As finalistas do concurso demonstram muita afinidade com o fazer poético, são todas potenciais escritoras. Basta continuar a se desenvolver, que o crescimento, assim como o nosso, é constante", comenta Saulo Pessato.

  Para Vanessa, todos que participaram são vencedores. "Alguns ganharam a experiência de escrever poesia pela primeira vez e perceber o grande potencial a ser desenvolvido; outros, que provavelmente já escreviam poesias, mas não tinham coragem de expô-las ao olhar do público ganharam força e o estímulo de que precisavam para tirar seus textos da gaveta e dar-lhes vida", acrescenta.

De acordo com a coordenadora de Linguagens, a premiação para as melhores poesias é uma oportunidade de reconhecer o talento dos alunos, compartilhar os resultados das oficinas. "Enxergamos nesse evento uma possibilidade de mostrar ao público externo às oficinas um pouco do clima de poesia que pretendemos trazer para o MARCO, em setembro", conclui Vanessa.

No segundo semestre, os alunos participantes das Oficinas de Poesia trabalharão suas poesias nas aulas de Artes, com a professora Ana Maria Basso. O resultado desses trabalhos poderão ser conferidos no MARCO, Manifestações Artísticas do Colégio Objetivo.